wellingtom Santana

O Caderno

Certo dia eu estava sentado na escada de um colégio com pensamento bem distante..
 ..uma amiga minha que gosto muito (Midian) chegou e sentou do meu lado me mostrando uma música que ela gosta muito no seu celular.
"O Caderno" de Padre Fábio de Melo!
  eu não conhecia. Ela me transmitiu uma mensagem lindaa que fez meus pensamentos irem ater o oculto da minha mente e perceber que as coisas mais simples são as que mais imprecionam e nos emocionam. Mas infelismente passam despercebidas à muitos olhos.
Eu não sei se você se recorda do seu primeiro caderno.
Com ele eu aprendi muita coisa, foi nele que eu descobri que a experiência dos erros é tão importante quanto às experiências dos acertos porque vistos de um jeito certo, os erros, Eles nos preparam para nossas vitórias e conquistas futuras. Porque não há aprendizado na vida que não passe pelas experiências dos erros
O caderno é uma metáfora da vida, quando os erros cometidos eram demais, eu me recordo, que a nossa professora nos sugeria que a gente virasse a página.
Era um jeito interessante de descobrir a graça que há nos recomeços.
Ao virar a página, os erros cometidos deixavam de nos incomodar e a partir deles a gente seguia um pouco mais crescido.
O caderno nos ensina que erros não precisam ser fontes de castigos.
Erros podem ser fontes de virtudes!
Na vida é a mesma coisa, o erro tem que estar à serviço do aprendizado;
Ele não tem que ser fonte de culpas e vergonhas.
Nenhum ser humano pode ser verdadeiramente grande sem que seja capaz de reconhecer os erros que cometeu na vida.
Uma coisa é a gente se arrepender do que fez! Outra coisa é a gente se sentir culpado.
Culpas nos paralisam. Arrependimentos não!
Eles nos lançam pra frente, nos ajudam a corrigir os erros cometidos.
Deus é semelhante ao caderno.
Ele nos permite os erros pra que a gente aprenda a fazer do jeito certo.
Você tem errado muito?
Não importa, aceite de Deus essa nova página de vida que tem nome de hoje!
Recorde-se das lições do seu primeiro caderno.
Quando os erros são demais, vire a página!

1 Comentários:

Monalisa Macêdo. | 17 de julho de 2011 04:34

Belas palavras. É preciso aprender a conviver com os erros, a aceitá-los como forma de aprendizado e parar de sofrer por eles, afinal se não fosse os erros muita coisa não seria como é, muito de nós não cresceríamos, não reconheceríamos o valor da vida. Belíssimo texto!

 

2009 blogair. All rights reserved. Template and Icons by DryIcons